HomeDesenvolvimento pessoal

Veja como organizar suas contas

Veja como organizar suas contas
Curtir Tweet Pin it Compartilhar Compartilhar Email

O sonho de qualquer pessoa é ter uma vida financeira equilibrada, com as contas em dia e ainda sobrando aquele dinheirinho para investir. O problema é que enquanto 99,9% das pessoas querem estar nessa situação, apenas uma pequena fração dessas pessoas realmente fazem por onde para alcançar essa tranquilidade financeira. A boa notícia que eu tenho para você é que, para organizar sua vida financeira não é um bicho de sete cabeças. As dicas que eu vou deixar abaixo são bem simples, e seguidas à risca, certamente te levarão ao sucesso.

O post de hoje tem o intuito de compartilhar com vocês 9 dicas de como organizar suas contas financeiras. Isso pode ser feito por qualquer pessoa e qualquer tipo de salário, seja ele o mais alto e seja ele o mais baixo. Quer saber quais são elas? Continue me acompanhando, vamos lá?

Evite o parcelamento do cartão de crédito

Se você é daquelas pessoas que se enrolam com o cartão de crédito, e sempre há aquele valor alto de fatura para pagar e você não o dinheiro para quitá-la, evite o parcelamento da fatura. Informe-se sobre empréstimos pessoais ou empréstimos consignados em seu banco, pois esses tipos de empréstimos acabam tendo juros menores do que você pagaria se parcelasse a fatura diretamente com a operadora do cartão de crédito.

Guarde dinheiro para comprar as coisas à vista

O parcelamento de compras, em muitos casos, acaba contribuindo para que as pessoas façam novas dívidas, visto que o pagamento em pequenas parcelas cria a ilusão de facilidade no pagamento, prejudicando você de se livrar das dívidas e organizar sua vida financeira. Em muitos casos, as pessoas não se dão conta de que, se somarem todas as pequenas parcelas, terão um valor bem grande da dívida para pagar por mês. Além disso, o pagamento à vista e em dinheiro possibilita a negociação de descontos.

Defina objetivos financeiros

De nada adianta ter o conhecimento sobre o que e como fazer se você não souber aonde quer chegar. A definição de objetivos financeiros permite transformar sonhos em valores monetários, onde é possível saber quanto falta para alcançar objetivos.

Elabore seu orçamento

A elaboração do orçamento geralmente é feita em 3 (três) passos:
1) Identifique como você está ganhando seu dinheiro atualmente;
2) Avalie seus gastos atuais e defina metas de despesas que levam em conta seus objetivos financeiros à longo prazo;
3) Acompanhe de perto suas futuras despesas para assegurar que estejam dentro do planejado.

Faça reserva para emergências

Infelizmente como não sabemos o que está por vir no dia de amanhã, é necessário estar preparado para qualquer imprevisto que possa acontecer. O objetivo de montar um fundo de emergência é justamente se preparar para emergências financeiras, como um plano de saúde, consertos no automóvel e na residência ou até mesmo com a perda do emprego. É importante ter tranqüilidade financeira em momentos como os citados acima, e um fundo de emergência garante isso.

Faça uma reserva

Tenha disciplina

Na minha opinião, essa é a dica mais valiosa que existe. Todas as demais são essenciais, mas sem disciplina é impossível seguir um planejamento e alcançar o sucesso. Por falta de disciplina, muitas vezes, sabotamos nosso próprio plano, deixando de investir o montante programado ou gastando mais do que havíamos calculado. Isso pode causa danos irreversíveis no longo prazo.

Seja equilibrado

O principal objetivo em organizar sua vida financeira é viver bem tanto no presente quanto se preparar para estar bem no futuro. Ao investir nosso dinheiro, devemos dividir o montante entre dois objetivos de curto prazo (viajar ou trocar de carro), mas também os objetivos mais distantes (aposentadoria).

Invista em renda fixa

Já se foi o tempo em que o dinheiro que sobrava era aplicado na poupança. Atualmente a poupança tem apresentado resultados ridículos e existem alternativas tão seguras quanto a caderneta de poupança, porém muito mais rentáveis.

Invista em renda variável

Mesmo o mais conservador dos investidores deveriam ter uma pequena parte do seu patrimônio investido em ações, sobretudo se o tempo está ao seu favor. Quanto mais jovens somos, mais tempo temos para investir nosso dinheiro e o retorno do mercado de ação costuma ser bem superior que a rentabilidade da renda fixa, desde que haja uma boa estratégia de investimento.

Invista nos seus sonhos

É isso aí galera! Chegamos ao final desse post, e espero que vocês tenham gostado das 9 dicas que eu deixei acima e espero que vocês tenham gostado pois deixei tudo o mais explicado o possível para que novas dúvidas não voltem a aparecer. Até breve!

 

Comentários (0)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *